• Instituto Farol

Contingência... O que é isso?

Atualizado: Jun 10

“Uma formulação das interações entre um organismo e o seu meio ambiente, para ser adequada, deve sempre especificar três coisas: 1) a ocasião na qual ocorreu a resposta, 2) a própria resposta e 3) as conseqüências reforçadoras. As relações entre elas constituem as ‘contingências de reforço.” (Skinner, 1975, p.182).


O Modelo Denver de Intervenção Precoce utiliza os princípios da Análise Aplicada do Comportamento para auxiliar as crianças com autismo a aprenderem novos comportamentos. Um dos princípios básicos da Análise do Comportamento são as contingências de comportamento, ou seja, as circunstâncias em que ele ocorre e as consequências que ele produz. Pode-se perceber na imagem acima que todo comportamento é influenciado pelos seus antecedentes e, principalmente, pelas suas consequências. Dessa forma, a consequência de um comportamento pode fazer que a frequência da sua ocorrência aumente ou diminua.


No exemplo da imagem é possível perceber que quando a criança emite a resposta de choro ela não obtém o objeto desejado, ou seja, seu comportamento de choro não está sendo reforçado, então a frequência da emissão desse tipo de resposta irá diminuir. Mas, quando a criança muda o comportamento e começa a apontar ao invés de chorar e ganha o brinquedo desejado, ela compreende que para ganhar o brinquedo ela precisa apontar, e não chorar.


Dessa forma, entregar o brinquedo sempre que ela apontar faz com que a frequência desse comportamento de apontar aumente. Assim, é preciso manejar as contingências de reforçamento para produzir mudanças nos comportamentos.


Referências:


Skinner, B. F. (1975). Contingências de reforço: uma análise teórica. Coleção Os Pensadores, volume 51.

#Análisedocomportamento #contingência #autismo #conteção #choro #novoscomportamentos #modelodenver

107 visualizações

E-mail: contato@institutofarol.com

Endereço: A. Pequeno Príncipe, 1482
Campeche, Florianópolis - SC - 88063-000

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube

FAROL NAS REDES SOCIAIS

© 2020 Instituto Farol