ENGLOBANDO BRINCADEIRAS E CONTAÇÕES DE HISTÓRIAS

O contato da criança com a leitura inicia-se através da contação de histórias. Ouvir histórias é uma das mais antigas práticas de entretenimento da humanidade. Pesquisas apontam que o hábito da leitura trás inúmeros benefícios, que vão desde o aumento da empatia ao fortalecimento da criatividade, além da redução dos níveis de estresse e a crescente criatividade.


Contar histórias vai muito além de fazer-se “ouvir”. Proporcionar o contato com os livros é uma brincadeira com infinitas possibilidades. O livro vira fonte de conhecimento dos símbolos e instrumento para ampliar um brinquedo. Nele a criança pode conhecer cores, figuras, aprender expressões orofaciais e diversos sons lúdicos.


Se a criança no Espectro do Autismo compreende o mundo de uma maneira diferente, a contação de histórias pode ajudá-la a entender o seu mundo, chamar sua atenção e aproximá-la desse mundo imaginário.


Dê preferência a livros com muitas imagens coloridas e a principio não se apegue fielmente ao texto inserido. Vá adaptando a narração de acordo com o interesse da criança, sempre usando sons e tons de voz variados para dar mais vida a história, assim como gestos e expressões faciais diferentes, para que a criança possa ter ainda mais interesse na narrativa.

Referências: https://editora.pucrs.br/anais/i-seminario-luso-brasileiro-de-educacao-inclusiva/assets/artigos/eixo-5/completo-12.pdf

1,013 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo